Estas são as pistas de pouso mais tensas do mundo

Até os pilotos mais experientes são desafiados em pistas de pouso rodeadas por montanhas, cobertas de neve, areia ou rajadas de vento perigosas

A agência de viagens online Globehunters divulgou recentemente um infográfico com uma seleção das aterrissagens mais assustadoras do mundo. Entre os aeroportos selecionados, estão a pista de pouso mais curta do mundo, aterrissagem no gelo e montanhas que desafiam até os mais experientes pilotos.

Como o conteúdo original está em inglês, deixamos aqui a explicação do porquê de cada aeroporto fazer parte dessa lista:

Aeroporto de Barra – Escócia

O pequeno aeroporto fica, precisamente, em uma praia onde os aviões decolam aterrissam na areia.

O pequeno aeroporto fica, precisamente, em uma praia onde os aviões decolam aterrissam na areia. (Wikimedia Commons)

Aeroporto Internacional Princesa Juliana – St. Martin, Caribe

É possível que você jã tenha visto fotos desse aeroporto, já que ele é famoso por sua aterrissagem super próxima da praia. Tão perto que água pode desorientar os piloto e os deixa um pouco mais tensos que o normal.

É possível que você jã tenha visto fotos desse aeroporto, já que ele é famoso por sua aterrissagem super próxima da praia. Tão perto que água pode desorientar os piloto e os deixa um pouco mais tensos que o normal. (Wikimedia Commons)

Aeroporto de Narsarsuaq – Groenlândia

As paisagens dessa vilinha lá de cima do avião são realmente impressionantes, mas o que também impressiona é a manobra de curva em "U " que os pilotos têm de fazer para pousar e  na maioria das vezes enfrentam turbulências. Decolagens e aterrissagens noturnas são proibidas.

As paisagens dessa vilinha lá de cima do avião são realmente impressionantes, mas o que também impressiona é a manobra de curva em “U ” que os pilotos têm de fazer para pousar e  na maioria das vezes enfrentam turbulências. Decolagens e aterrissagens noturnas são proibidas. (greenland.com)

Aeroporto de Gibraltar

O território ultramarino britânico tem um aeroporto civil com uma pista bem curtinha"à beira-mar". O esforço dos pilotos é justamente em calcular o pouso perfeito para não acabar na água.

O território ultramarino britânico tem um aeroporto civil com uma pista bem curtinha”à beira-mar”. O esforço dos pilotos é justamente em calcular o pouso perfeito para não acabar na água. (Wikimedia Commons)

Aeroporto Internacional Toncontín – Honduras

Após um acidente grave em 2008, aeronaves muito grandes não podem pousar na pista de Toncontín. Colinas ao redor da área tornam a aterrissagem mais complicada e, consequentemente, a distância da pista de pouso pode ser mais curta dependendo de como o piloto consegue se posicionar.

Após um acidente grave em 2008, aeronaves muito grandes não podem pousar na pista de Toncontín. Colinas ao redor da área tornam a aterrissagem mais complicada e, consequentemente, a distância da pista de pouso pode ser mais curta dependendo de como o piloto consegue se posicionar.

Aeroporto da Madeira – Portugal 

Para pousar na Ilha da Madeira, enfrenta-se ventos fortíssimos provenientes da bonita combinação de mar e montanhas.

Para pousar na Ilha da Madeira, enfrenta-se ventos fortíssimos provenientes da bonita combinação de mar e montanhas.

Aeroporto Internacional de Wellington – Nova Zelândia

Não é a pista curta que deixa o pouso em Wellington mais tenso. E sim as fortíssimas correntes de vento que muitas vezes obrigam o piloto a dar umas voltas lá em cima para evitar os tufões nesse momento crítico. 

Não é a pista curta que deixa o pouso em Wellington mais tenso. E sim as fortíssimas correntes de vento que muitas vezes obrigam o piloto a dar umas voltas lá em cima para evitar os tufões nesse momento crítico. (Reprodução/ecstasycoffee.com)

Aeroporto Tenzing-Hillary – Nepal

Não é por menos que o aeroporto aos pés do Monte Everest foi considerado o mais perigoso do mundo em 2010. Ele fica entre montanhas e a pista é bem curta.

Não é por menos que o aeroporto aos pés do Monte Everest foi considerado o mais perigoso do mundo em 2010. Ele fica entre montanhas e a pista é bem curta.

Aeroporto Courchevel – França

O aeroporto serve de base para uma estação de esqui nos Alpes Franceses. Se a localização entre os picos nevados não é suficiente para assustar os passageiros, o fato da pista ter uma inclinação de 18 º para ajudar no pouso basta.

O aeroporto serve de base para uma estação de esqui nos Alpes Franceses. Se a localização entre os picos nevados não é suficiente para assustar os passageiros, o fato da pista ter uma inclinação de 18 º para ajudar no pouso basta. (Wikimedia Commons)

Aeroporto Juacho E. Yrausquin – Saba, Caribe

Não basta ter uma das pistas de pouso mais curtas do mundo. Se o piloto erra o cálculo na hora do pouso, o avião vai de encontro com o mar caribenho. 

Não basta ter uma das pistas de pouso mais curtas do mundo. Se o piloto erra o cálculo na hora do pouso, o avião vai de encontro com o mar caribenho. (Wikimedia Commons)

Aeroporto de Paro – Butão

Apenas 8 pilotos são certificados para pousar nesse que é considerado um dos aeroportos mais perigosos do mundo. Todo cuidado ocorre pela localização que fica aos pés do Himalaia, montanhas de até 5 mil metros de altura fazem parte do skyline da região. 

Apenas 8 pilotos são certificados para pousar nesse que é considerado um dos aeroportos mais perigosos do mundo. Todo cuidado ocorre pela localização que fica aos pés do Himalaia, montanhas de até 5 mil metros de altura fazem parte do skyline da região. (Wikimedia Commons)

Aeroporto Internacional da ilha de Skiathos – Grécia

O aeroporto fica tão colado na praia quanto o aeroporto de St. Martin, mencionando anteriormente É por isso que Skiathos já foi apelidada de a St. Martin Grega e a praia que fica próxima ao aeroporto é ponto turístico justamente pelos aviões rentes.

O aeroporto fica tão colado na praia quanto o aeroporto de St. Martin, mencionando anteriormente É por isso que Skiathos já foi apelidada de a St. Martin Grega e a praia que fica próxima ao aeroporto é ponto turístico justamente pelos aviões rentes. (Wikimedia Commons)

Ice Runway – Antártida

A pista foi feita no gelo e só funciona durante o verão. Mesmo assim os pilotos devem evitar aterrissagens muito pesadas para que o gelo não afunde mais do que 25 centímetros. 

A pista foi feita no gelo e só funciona durante o verão. Mesmo assim os pilotos devem evitar aterrissagens muito pesadas para que o gelo não afunde mais do que 25 centímetros. (Wikimedia Commons)

O infográfico original está aqui, em inglês.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s