Colômbia passa a exigir vacina contra febre amarela a brasileiros

Exigência visa proteger a Colômbia de um possível surto da doença; veja como tirar o certificado de vacinação para viajar para o exterior

Quem está de viagem marcada para a Colômbia precisa se atentar: desde o dia 30 de março, todos os brasileiros que ingressarem no país deverão apresentar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia contra a febre amarela.

A exigência é do Ministério da Saúde colombiano, que justifica a nova regra usando as estatísticas: de dezembro de 2016 a março de 2017, foram registrados no Brasil 448 casos confirmados de febre amarela, sendo que destes, 144 pessoas morreram da doença. A exigência é feita, portanto, para proteger os cidadãos colombianos de uma possível epidemia por lá.

O comprovante de vacinação deve ser solicitado aos passageiros durante o check-in, nos guichês das companhias aéreas, ou antes do embarque.

Como tomar a vacina contra a febre amarela e como retirar o comprovante internacional de vacinação

Vá a um posto de saúde do SUS (neste caso, a vacina é gratuita) ou a um serviço de vacinação privado credenciado para tomar a vacina contra a febre amarela. É preciso tomar a vacina com antecedência mínima de 10 dias de entrar na Colômbia.

Uma vez com o comprovante de vacinação em mãos, acesse este site da Anvisa e faça um cadastro para ser atendido com mais rapidez. O preenchimento do formulário online para o cadastro não é obrigatório.

Se preferir, vá direto a um posto da Anvisa – também chamado de centro de orientação para a saúde do viajante (veja a lista dos endereços dos postos da Anvisa em todo o Brasil). Leve consigo o cartão de vacinação que o posto de saúde te deu e um documento de identidade original com foto.

Todos os seus acompanhantes, se forem maiores de idade, também devem ir ao posto da Anvisa. Menores de 18 anos estão desobrigados a comparecer, desde que os pais levem a documentação ao centro de orientação para a saúde do viajante.

Crianças menores de nove meses, grávidas, pessoas maiores de 60 anos de idade ou com doenças graves decorrentes de imunodeficiência não precisam apresentar o comprovante de vacinação contra a febre amarela.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s