As melhores e as mais espertas happy hours nas cidades europeias

1. Aperitivos em Florença

“Em Florença, muitos bares colocam mesas cheias de comidinhas num lugar de acesso fácil, e quem pede uma bebida tem o direito de comer de graça. O aperitivo pode ser um tira-gosto ou até um prato de macarrão. A dica também é válida para outras cidades italianas, como Roma e Bolonha.”

Foto: Photodisc

Foto: Photodisc

2. Cervejas baratinhas em Madri

“Cerveja a menos de € 1? Aqui tem, com bares por todos os lados, com suas famosas tapas – aperitivos que são servidos de graça, junto com a bebida. Em caso de dúvida de qual lugar escolher, basta seguir até a Puerta del Sol.”

Foto: Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

3. Cervejarias em Munique

“Nessa cidade alemã acontece a tradicional Oktoberfest, o festival de cerveja mais famoso e concorrido do mundo. Mas, se você não passar pela cidade entre o fim de setembro e o começo de outubro, quando ocorre o festival, não tem problema. As cervejarias de Munique são sempre uma festa. A Hofbräuhaus, no Centro, é uma das mais concorridas – e recomendadas.”

Foto: Jjiuguang-Wang/Flickr/Creative-Commons

Foto: Jjiuguang-Wang/Flickr/Creative-Commons

 

4. Tradição Tcheca

“Além de a cerveja do país ser ótima, o preço é outro atrativo: é possível comer e beber muito bem em Praga, gastando menos do que você gastaria no Brasil. Mas fuja da cilada que é fazer um daqueles passeios etílicos para turistas: o melhor é perambular pelas ruas da cidade até achar um bar que combine com você.”

Foto: Garry Knight/Flickr/Creative Commons  (The Globe Pub - Londres)

Foto: Garry Knight/Flickr/Creative Commons (The Globe Pub – Londres)

5. Os pubs de Londres

“Eles são famosos em todo o mundo, e não sem motivo! Caminhe e procure um que tenha uma cara legal. Lembre-se de que (diferentemente dos botecos no Brasil) na maioria das vezes você paga antes de consumir. E o horário de funcionamento é rígido: se fecha às 23 horas, então não adianta (como se faz no Brasil) reclamar…”

360 Meridianos As indicações são de Natália Becattini, Rafael Sette Câmara e Luíza Antunes do blog 360 Meridianos.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s