A terra do sal – O essencial

Bolívia: como chegar, quem leva

Como chegar

Não existem voos diretos do Brasil para La Paz. Com conexão em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, a Aerosur (11/2445-3140, aerosur.com) voa por desde US$ 271. Pela Taca (0800-7618222, taca.com), com conexão em Lima, no Peru, a tarifa custa US$ 854. Há duas empresas de trem que fazem o trecho Oruro–Uyuni: a Expreso del Sur (fca.com.bo; tarifas desde B$ 56) e a Wara Wara del Sur (fca.com.bo; tarifas desde B$ 44). Na primeira, os trens partem às terças e sextas-feiras, às 15h30; já os da Wara Wara saem às quartas e aos domingos, às 19h.

Quem leva

No roteiro de cinco noites da Oyster (11/5052-6305, oyster.tur.br), um dia é dedicado a Uyuni. No pacote, de US$ 1 600, está incluso city tour por La Paz. A Pisa (11/5052-4085, pisa.tur.br) tem pacote de oito noites, sendo cinco em San Pedro de Atacama, no Chile, e três em Uyuni, por US$ 3 050. Atacama e Uyuni também compõem o pacote de oito noites da Vivaterra (11/3258-2651, vivaterra.com.br), que sai a US$ 3 895. Em San Pedro, a estada é no Atacamadventure, em sistema all- inclusive. Mais longo, o roteiro da Freeway (11/5088-0999, freeway. tur.br) tem dez noites, sendo sete no Atacama e três em Uyuni, por US$ 3 120. Via La Paz, o pacote de 12 noites da Turismo Andino (21/2224-2044, turismoandino.com) vai para os mesmos destinos mais o Lago Titicaca, por US$ 3 760. Os passeios pelo salar duram de um a três dias. Os mais longos geralmente terminam em San Pedro de Atacama, no Chile. Antes de fechar o passeio com alguma agência em Uyuni, peça para conhecer o guia e o jipe. Se optar por terminar a viagem no Atacama, facilita muito se você já tiver pago os B$ 21 cobrados na fronteira da Bolívia com o Chile e que alguns receptivos de Uyuni providenciam. As agências recomendadas em Uyuni são Fremen Tours (Calle Sucre, 325, 693-3543, andes-amazonia.com), Hidalgo Tours (Calle Potosí, 113, 693-2989, salardeuyuni.net), Senda Andina (Avenida Camacho, 19, 2/724-24370, boliviadesiertos.com) e Tonito (Avenida Ferroviaria, 60, 693-2094, bolivianexpeditions.com), que também dubla de hotel. Consulte também seu agente de viagens.

Melhor época

De maio a outubro é a estação seca no Altiplano Boliviano e o céu fica mais limpo, mas a temperatura à noite pode atingir -150C. De dezembro a março chove bastante e os termômetros podem chegar a 300C.

O que levar

Em qualquer época do ano é bom pôr na mala cachecol, luvas, meias de lã, jaqueta corta-vento, óculos escuros e protetor solar. No verão, prepare-se para a função de tirar e vestir roupa a todo momento.

Dinheiro

A moeda oficial é o boliviano (B$ 1 = R$ 0,24, em novembro de 2010). Dólares são mais fáceis de negociar do que o real. Hotéis e agências de turismo oferecem serviços de câmbio: peça sempre notas de valor baixo, mais fáceis de ser trocadas.

Leia mais:

A terra do sal

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s