Peça de museu, sim

Objetos do nosso cotidiano ganham status de obra de arte no MoMA, em Nova York

Lembra daquela primeira versão do iPod, com rolagem mecânica e tela em branco e preto? Ou, voltando um pouco mais no tempo, do primeiro Macintosh? Pois estes e alguns outros produtos da Apple fazem companhia a quadros de Picasso e Van Gogh nos corredores do Museu de Arte Moderna de Nova York.

O Departamento de Arquitetura e Design da instituição está repleto de objetos do nosso cotidiano elevados a potência de obra de arte: de eletrônicos (como câmeras fotográficas, celulares e computadores), passando por itens de mobília (cadeiras, mesas) e até carro (o Smart, da Micro Compact Car Smart GmbH). E para ser arte aqui, a exclusividade não é pré-requisito, já que muitos dos itens são fabricados em larga escala.

O MoMA possui uma coleção inestimável, considerada a maior do mundo no gênero. Fundado em 1929 por Abby Rockfeller, Llie P. Biss e Mary Quinn Sullivan, o museu teve forte influência na valorização e propagação da arte moderna. Ao longo das décadas, passou por diversas ampliações para acomodar o acervo em constante expansão – composto hoje por mais de 150 mil trabalhos (nem todos em exposição).

Leia mais:

Nova York, dez anos depois da queda das torres, dá a volta por cima

Compras em Nova York, Miami e Orlando

Leia mais:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s