Varanasi

Site: http://varanasi.nic.in/

População: 3.700.000 hab

Fuso horário: +9h (horário de Brasília)

Distância de outras cidades: Nova Délhi 812 km, Agra 607 km,

Uma das paradas obrigatórias de todo turista na Índia é presenciar os rituais matutinos às margens do sagrado rio Ganges, em Varanasi.

Conhecida pelos mais velhos como Benares, sua origem mítica relaciona sua fundação ao deus Shiva, e reconhecidamente essa é uma das cidades mais antigas do planeta permanentemente habitadas. Acordar bem cedo e tomar um barco descendo o rio é uma experiência inesquecível. Há de tudo um pouco: fiéis fazendo orações e entregando oferendas, sadhus – homens santos – meditando lado a lado com turistas estrangeiros, jovens praticando ioga. Mas, a movimentação não se limita a isso, pois lá estão também um gigantesco cano despejando litros de esgoto in natura, mulheres lavando roupas e corpos sendo cremados. Tudo isso numa questão de dezenas de metros, provocando sensações totalmente polarizadas. Não dá para explicar como isso funciona, pois cada pessoa tomará suas próprias lições e conclusões. Entre sábios autênticos e gurus picaretas, aproveite para fazer uma vigorosa massagem ayurvédica e uma sessão de yoga – só os treinos de respiração já são ótimos, pois não há lugar mais espiritualizado em toda a região.

Nos subúrbios da cidade encontra-se Sarnath, o local onde Sidarta Gautama proferiu seus primeiros sermões sobre o darma. No local encontra-se uma das mais antigas estupas conhecidas, estruturas que se espalharam por toda a Ásia absorvendo diferentes estilos arquitetônicos.

COMO CHEGAR

A partir de Nova Délhi, as opções é uma longa viagem ferroviária de 13 horas ou pegar um avião com as companhias Indian Airlines (www.indianairline.in), Kingfisher (www.kingfisher.com) e Jet Airways (www.jetairways.com).

Informações ao viajante

Línguas: Hindi,inglês e outros idiomas

Saúde: Certificação internacional para febre amarela. Além disso, observe a higiene com a qual os alimentos são preparados e cuidado especial com a água. Casos de intoxicação alimentar não são raros no país.


Melhor época para visitar: De março a novembro os termômetros chegam à marca dos 30 graus (ou acima) com certa facilidade. Não vá entre junho e setembro, época das monções. Os invernos podem ser bem frios. Em outras palavras, não há uma época ideal para visitar a região.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s