São Francisco Xavier

Site: http://saofranciscoxavier.org.br

DDD: 12

Estado: São Paulo

Distância de outras cidades: São José dos Campos, 57 km, São Paulo, 159 km

Há pouco mais de uma década, pousadas elegantes começaram a surgir pelas montanhas de São Xico, transformando esse simples distrito rural em um descolado refúgio de serra, muito frequentado por casais. São Francisco Xavier preserva uma atmosfera de esconderijo, mas, ao mesmo tempo, tem um certo movimento, graças a restaurantes estilosos, ateliês de arte e passeios na natureza.

COMO CHEGAR

Sistema Ayrton Senna-Carvalho Pinto/SP-070 (dois pedágios na ida e um na volta) até São José dos Campos e seguir pela SP-050 até Monteiro Lobato; depois pegar a SP-046. Pode-se evitar um pedágio na ida usando a Via Dutra.

COMO CIRCULAR

Os restaurantes e as lojas ficam basicamente no centro do distrito. As pousadas estão espalhadas, muitas com acesso por estrada de terra, principalmente no Vale de Santa Bárbara e na estrada para Joanópolis. A maioria das hospedagens distam pelo menos 5 quilômetros do Centro.

ONDE FICAR

Casais podem escolher hospedagens chamorsas, como a Pousada a Rosa e o Rei, que tem cachoeiras, espaço para massagem, prática de ioga e meditação, e a Chapéu de Palha, de acomodações espaçosas e com bons equipamentos. A Teto do Cafundó e a Pousada Villa Vittoria são aconchegantes. A Portal do Equilibrum, no alto de uma montanha, reserva rapel, trilhas e tirolesa.

ONDE COMER

No Yoshi, que serve comida asiática, e no Photozofia, que tem shows. Apaixonados por pizza vão ao Caboclo. Trufas, tortas e muffins são encontradas no Umpalumpa.

SUGESTÕES DE ROTEIROS

2 dias – Reserve um dia para fazer uma caminhada e conhecer os principais ateliês da cidade, como o Atelier de Las Máscaras, o da Tânia Negrão, o Manacá da Serra e o Arte na Roça. No outro dia, vá ao Pouso do Rochedo, que tem duas trilhas autoguiadas e com quedas d’água.

4 dias – Visite o Portal do Equilibrium, e experimente as tirolesas, o rapel, o passeio a cavalo, e duas trilhas guiadas pela mata. O trekking até Monte Verde dura oito horas, passa por bosques e riachos. Não deixe de comer nos restaurantes Yoshi e Photozofia, que tem programação de shows.

QUANDO IR

A partir de maio, quando começa a época do frio.

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s