Macau

Site: http://www.macau.gov.mo

População: 435.235 hab

Fuso horário: +9h (horário de Brasília)

Distância de outras cidades: Pequim 1133km, Hong Kong 1047km, Guilin 944km, Xangai 413km

Se você chegar em Macau e procurar alguém que fala português, com certeza vai se decepcionar. As placas na língua de Camões ainda estão lá, assim como os azulejos, calçadas em mosaico e as fachadas coloniais, mas a presença lusitana é cada vez menos sentida nesse canto da China meridional. A antiga colônia comercial portuguesa retornou à administração chinesa em 1999 e a partir de então, aproveitando seu status como região administrativa independente, vem explorando ao máximo seu potencial turístico. Patinho feio quando comparada à dinâmica vizinha Hong Kong, Macau hoje vive, muito bem, aliás, com a exploração dos jogos de azar. Redes de cassinos famosos como o Sands e o Venetian desembarcaram na região com pesados investimentos e o resultado é que, com a afluência do dinheiro vindo de turistas da China e de outras áreas da Ásia, Macau ultrapassou Las Vegas em termos de faturamento e lucratividade. A indústria do jogo – e tudo que vem junto, como os bem produzidos shows, hotéis, restaurantes e eventos, é responsável por boa parte do PIB local e movimenta as principais atenções de seu turismo.

No entanto, se seu negócio não são cartas e roletas, não deixe de visitar as bucólicas ilhas de Taipa e Coloane, o pequeno, mas formidavelmente bem montado Museu de Macau e o imperdível centro histórico, listado como patrimônio da humanidade pela Unesco. Apesar da imensa maioria dos transeuntes serem (obviamente) orientais, aqui sim você encontrará a herança cultural portuguesa, com as ruínas da igreja de São Paulo e o Largo do Senado, além de pastéis de nata e deliciosos pratos de bacalhau!

Nota: assim como Hong Kong, Macau não exige visto de entrada para cidadãos brasileiros.

COMO CHEGAR

De Xangai, a Air China e a Northsouth Aviation levam a Macau. A Northsouth Aviation faz o trajeto Pequim-Macau. Os ferries desde Hong Kong, os Novos Territórios e Kowloon fazem o trajeto em cerca de uma hora, com companhias como a Turbo Jet e a Cotai Jet .

Informações ao viajante

Línguas: Cantonês e português. Mandarim e inglês são dominados por boa parte da população.

Saúde: Exige certificado internacional de vacinação contra febre amarela.


Melhor época para visitar: A melhor época para visitar a China é durante a primavera (de março a maio) ou o outono (de setembro a novembro), quando as temperaturas são amenas. O inverno pode ser bastante rigoroso e é comum nevar, até mesmo em Pequim. No verão, as temperaturas batem na casa dos 30 ºC frequentemente. Evite o Sul da China de abril a setembro, época de monções.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s