Dubai

Site: http://www.dubaitourism.ae/

População: 2.200.000 hab

Fuso horário: +7h (horário de Brasília)

Distância de outras cidades: Abu Dhabi 150 km, doha 789 km

Mais moderna do que tradicional em relação aos outros territórios dos Emirados Árabes Unidos, Dubai passou por cima de seu clima desértico para chamar a atenção do mundo. A capital de mesmo nome combina um grande centro de negócios, lojas de luxo e muitas atrações para os visitantes. Quando se fala em Dubai logo vem à mente construções arrojadas, frutos da riqueza vinda do petróleo. E isso é verdade. Nas últimas duas décadas, sobretudo, não parou de erguer arranha-céus de esplendorosa arquitetura. Entre os que mais atraem a atenção estão o Burj Khalifa, considerado o mais alto do mundo, e o Burj Al Arab, com a forma de uma vela. Pode-se gastar horas visitando os souks (os mercados em árabe) ou os shoppings. O The Dubai Mall, abriga, além de 1200 lojas, o enorme The Dubai Aquarium e o Mall of the Emirates Mall dá espaço para o Ski Dubai, uma incrível pista de ski indoor. Para conhecer melhor a história do lugar, uma das opções é o Museu de Dubai, que reúne achados arqueológicos da região. A tradição islâmica está representada na belíssima Mesquita de Jumeirah. Já Bastakiya, umas as áreas residenciais mais antigas da região, exibe construções com arquitetura única.

COMO CHEGAR

A Emirates (www.emirates.com.br) oferece voos diretos de São Paulo para Dubai, com duração de 14h30. Outras opções são a Qatar Airways (www.qatarairways.com), Turkish Airlines (www.flyturkish.com) e companhias europeias como KLM, British Airways, Lufthansa e Iberia que, claro, fazem conexão em seus respectivos hubs.

O moderno aeroporto internacional de Dubai (DXB, www.dubaiairport.com) localiza-se dentro da cidade e a apenas alguns quilômetros dos principais hotéis da cidade. A forma mais simples de transporte entre os terminais e seu destino final é através de táxis, sempre práticos e convenientes. Se preferir, tome o metrô (www.rta.ae). Lembre-se que muitos hotéis oferecem o serviço de traslado para muitos de seus hóspedes.

COMO CIRCULAR

Dentro das cidades dos Emirados Árabes o sistema de transporte público é um tanto incipiente. Dubai possui a melhor malha de metrô, ônibus e monotrilho, algo que serve bem ao dia a dia. No entanto, em termos de praticidade, preço e conveniência, nada bate o uso de táxis, fáceis de achar e que chegam rapidamente nos destinos desejados. E, muito importante, você está sempre dentro do ar-condicionado. 

Como o sistema rodoviário é muito bem montado, com ótimas estradas e ruas e boa sinalização em inglês, o aluguel de automóveis é boa opção. Como também não é muito caro e as regras de trânsito são universais, é a alternativa ideal para famílias ou grupos.

ONDE FICAR

Alguns dos melhores hotéis do mundo ficam em Dubai, com serviços impecáveis, infraestrutura não só completa como luxuosa, muitos restaurantes e mimos para os hóspedes. No entanto, o outro lado da moeda eram diárias insanamente altas que afugentavam os turistas comuns. Quem quisesse economizar, teria que optar por estabelecimentos um tanto simplórios. No entanto, o cenário está mudando. Hotéis quatro estrelas já oferecem tarifas de menos de US$ 100 — com direito a piscina e café da manhã — e mesmo os mais estrelados trabalham com descontos interessantes na baixa estação.

Os símbolos hoteleiros de Dubai continuam sendo casas como o Burj al Arab e o Jumeirah Beach Hotel, mas preste atenção em boas ofertas.

O QUE FAZER

Dubai é uma festa para os fãs da arquitetura. Praticamente todos os grandes escritórios do mundo plantaram uma grande obra no deserto e na orla, desafiando a areia, as tempestades e os ventos, todos inclementes. Além disso, as belas praias agradam os banhistas. No entanto, a grande atração de Dubai é mesmo a imensa variedade de opções de compras. São dezenas de lojas de departamento, estabelecimentos duty-free, outlets e shopping centers que vendem artigos de luxo e de grifes celebradas em todo o mundo.

Informações ao viajante

Línguas: Árabe

Saúde: recomendada a apresentação de certificação internacional para febre amarela


Melhor época para visitar: De novembro a março, quando as temperaturas estão mais amenas

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s