Angra dos Reis

Site: http://www.angra.rj.gov.br/

População: 177.101 hab

DDD: 24

Estado: Rio de Janeiro

Distância de outras cidades: Barra Mansa: 98 km; Paraty: 99 km; Rio de Janeiro: 166 km; Ubatuba: 174 km; São Paulo: 414 km

Angra dos Reis tem 365 ilhas, com mar verde-água, areia branquinha e vegetação de Mata Atlântica – a mais ilustre delas é a Ilha Grande. Por causa disso, a cidade adaptou-se a uma vida insular, em que as ilhas são uma espécie de extensão dos bairros: a Gipoia é boa para badalação durante o dia, Itanhangá durante a noite, e por ai vai. No continente, entretanto, o cenário não é tão paradisíaco (há favelas e bairros com infraestrutura precária), o que faz com que pouca gente ouse explorar a região. Mas vale conhecer a pracinha do Mercado de Peixe e o Museu de Arte Sacra.

COMO CHEGAR

A partir do Rio de Janeiro, siga pela Avenida Brasil até o final. No final da movimentada via, entre na Rio-Santos (BR-101) e rume até Angra dos Reis. Quem vem de São Paulo tem dois caminhos. O primeiro é pela Sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto atpe São José dos Campos, entrando à direita na Rodovia dos Tamoios. Ao chegar em Caraguatatuba, entre na Rio-Santos. Outra opção é percorrer a Ayrton Senna/Carvalho Pinto até o final e, depois, pegar a Via Dutra até Barra Mansa. De lá, desça a RJ-155, que passa por Rio Claro e Lídice.

COMO CIRCULAR

Angra dos Reis tem três pontos onde se concentram as hospedagens. As pousadas ficam na Avenida do Contorno, próximas ao Centro, e na Ponta Leste, com acesso pelo distrito de Monsuaba. Já os resorts estão distribuídos pelos distritos de Bracuí, Frade e Mambucaba – todos ao sul do município.

ONDE FICAR

Não é preciso gastar muito para ficar na cidade: as diárias dos resorts não são tão baratas, mas há boas pousadas à beira-mar a preços razoáveis.

ONDE COMER

Entre os restaurantes indicados pelo GUIA QUATRO RODAS, a sugestão é o Calafate. Lá, o cozinheiro Eduardo Ferreira serve os visitantes em uma pequenina varanda de sua própria casa, de frente para o mar. Não há cardápio fixo: o chef avisa o que pretende cozinhar quando o visitante liga para agendar a refeição (em geral, há pratos com frutos do mar).

E que tal uma tapioca? A cearense Dona Maria é a maior tapioqueira da região. Na casa Tapioca da Maria, os sabores incluem coco, queijo de coalho, banana, presunto e manteiga

O QUE FAZER

Os principais atrativos não estão na cidade, mas no mar. Passeios de escuna percorrem suas ilhas belíssimas, cercadas de águas verdejantes. É só alugar um barco ou uma lancha e escolher o trajeto – um dos programas preferidos dos turistas é passar o dia na Ilha da Gipoia. Na região central, vale a pena conhecer a pracinha do Mercado de Peixe e prédios históricos como o Museu de Arte Sacra.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s