Itália de carro: cidades imperdíveis entre Roma e Florença

Para quem não tem pressa, a viagem de uma cidade a outra pode render paradas memoráveis

Sem paradas, a viagem de carro entre Roma e Florença leva de três a quatro horas. Mas, se você tem o dia livre, vale a pena desviar um pouco o caminho para conhecer cidades belíssimas.

+ O que você deve saber antes de dirigir na Itália

A duas horas de Roma, Civita di Bagnoregio é de longe o meu lugar favorito na Itália. Conhecida como “la città che muore”, esse pequeno vilarejo fica no alto de um morro, que está sendo corroído pela erosão. Para chegar até lá, é preciso atravessar uma ponte estreita, por onde só passam pedestres, bicicletas ou motos.

Civita di Bagnoregio tem ruelas extremamente fotogênicas, que levam para uma verdadeira viagem no tempo. Uma curiosidade é que a cidadezinha  foi usada de cenário para algumas gravações da novela “Esperança”, com Reynaldo Gianecchini.

A subida até Civita di Bagnoregio vale muito a pena! l Foto:Flickr/Dorli

Depois de fotografar cada ângulo da cidade, siga por mais uma hora e meia até Montepulciano, outra que fica no topo de uma colina. Por lá, aprecie as vistas para o Val’Dorcia e se perca pelas ruelas estreitas, que guardam palacetes renascentistas, igrejas antigas e belas praças. A cidade também apareceu nas telinhas como cenário do filme Lua Nova, da saga Crepúsculo.

+ As 15 vilas medievais mais charmosas (e minúsculas) da Itália

A Toscana vista das alturas de Montepulciano l Foto: Thinkstock

Sua próxima parada deve ser Siena, a apenas uma hora de Montepulciano. Na Idade Média, a cidade disputava com Florença o domínio comercial da região. Hoje, é famosa por sediar o Palio di Siena, uma das corridas de cavalo mais antigas do mundo. O evento acontece entre julho e agosto na Piazza del Campo, que tem formato de leque.

Conheça também o Palazzo Pubblico, que tem um imponente campanário do século 14, e a Piazza del Duomo, cuja catedral foi projetada para ser maior que o duomo fiorentino (até a peste de 1348 limitar a verba da obra). Caso queira pernoitar no caminho, Siena é a melhor opção, com boa infraestrutura e variedade de hotéis.

A Catedral de Siena despontando na paisagem l Foto: Thinkstock

Antes de seguir para Florença, vale visitar San Gimignano, que fica a apenas uma horinha de Siena. Cercada por uma muralha, a cidade é dona de nada menos que 15 torres medievais. Quanto mais alta a torre, maior a fortuna e o status da família a qual ela pertencia.

Para fechar a viagem, prove o gelatto da Dondoli, que já ganhou prêmio de melhor sorvete do mundo. Duas bolas custam € 2,50 e a loja costuma ter filas que se estendem pela Piazza della Cisterna.

+ 5 delícias que você deve provar em diferentes lugares da Itália

Piazza della Cisterna, em San Gimignano l Foto: Flickr/Mathias Liebing

Esse post foi escrito em resposta a leitora Alissa Nani, que me pediu sugestões de cidades para visitar entre Roma e Florença. Se você também precisa de alguma dica para sua viagem para Itália, escreva para mim: barbara.ligero@abril.com.br 

Siga-me no Instagram: @barbara.ligero

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s