Verão na Europa: destinos de praia para fugir das multidões

Aaaahhhhh (grito histérico!), falta menos de um mês para o verão Europeu. Enquanto uns contam os dias para dançar de dedinho pra cima em Mykonos e em Ibiza, os que gostam de sossego espremem o mapa da Europa para ver se ainda pinga um lugar off the beaten track. Bancar o ermitão no Mediterrâneo é mais difícil do que andar com classe em praia de pedra. Mas, sendo um pouco criativo, ainda dá para encontrar um lugar ao sol em que você consiga alguns metros quadrados para chamar de seus, longe dos banana-boats e outras agruras do mundo contemporâneo. Eis aqui as minhas sugestões para entrar no modo “vamos fugir, baby”:

 

>> Na Espanha…

 

Galícia ao invés de Costa Brava

Na região galega das Rias Baixas estão algumas das mais belas e menos conhecidas praias da Espanha. Para completar, é uma região bem mais barata do que a Catalunha (onde ficam as lindas e muvucadas praias da Costa Brava) e um paraíso para quem ama frutos do mar. Veja os meus posts sobre a região:

Meus achados nas Rias Baixas

Combarro: diferente de tudo o que você já viu

 

O auge do verão na região das Rias Baixas, na Galícia

O auge do verão na região das Rias Baixas, na Galícia

 

Menorca ao invés de Ibiza

No arquipélago das Baleares, pertinho de Ibiza, Menorca não tem absolutamente nada a ver com a “ilha do diabo”. O clima é bem mais família, a paisagem é mais verde e várias praias são protegidas como parques nacionais. Clique aqui para ler meu post sobre a ilha.

 

 

>> Na França…

 

Córsega ao invés de Côte d’Azur

A Córsega pertence à França, mas é um universo à parte. Seus habitantes falam um dialeto próprio, têm uma culinária com bastante personalidade e muito orgulho de suas origens e feitos. A ilha tem paisagens montanhosas, vales, vilarejos charmosos e muitos redutos de sossego a serem explorados.

 

Este post do saudoso Viajar Bem e Barato é antiguinho, mas dá uma ótima ideia de como é o climão da ilha:

 

Córsega: primeiras impressões

 

 

>> Na Itália…

 

Puglia ao invés de Costa Amalfitana

Esta região no “calcanhar” da bota que forma o mapa da Itália tem paisagens pontilhadas de oliveiras centenárias e povoados branquinhos, alguns deles fortificados. Pela estradinha E-55, paisagens belas e praias se descortinam até alcançar povoados como Polignano, Monopoli e Alberobello.

 

Clique aqui para acessar o site do turismo da Puglia.

 

 

>> Na Grécia…

 

Milos ao invés de Mykonos

O nome é bem conhecido por causa da famosa Vênus de Milos. Mas, aparentemente, encontraram a estátua na ilha e nunca mais voltaram lá. Exageros à parte, Milos é uma das ilhas mais sossegadas do arquipélago das Cíclades, além de uma das mais bonitas em que já estive.

 

Paxos ao invés de Corfu

Corfu, a maior das ilhas Jônicas, é também a mais popular e visitada. Mas ali ao lado está um dos segredos mais bem guardados da Grécia: Paxos, uma joia pequenina de praias de pedrinhas brancas. Um charme de lugar, completado pela ilhota vizinha de Antipaxos, que tem uma das praias de areia branca mais impressionantes da Grécia.

 

Clique aqui para ler o meu post sobre Milos, Paxos e outras ilhas gregas sem muvuca.

 

 

>> Nos Balcãs…

 Montenegro ao invés de Croácia

Anos atrás todo mundo andava gritando por aí que a Croácia era a nova Grécia. Pois hoje em dia, a Croácia é a capital da muvuca do Mediterrâneo – mais cara do que a Grécia em geral (sem contar Santorini, que é uma exceção). A solução? Fugir em direção ao sul e explorar Montenegro.

 

Veja os meus posts sobre o país:

Sveti Stefan, a praia mais perfeita de Montenegro

Kotor, a cidade mais linda de Montenegro

 10 Dicas para planejar uma viagem para Montenegro

A paz reina em Sveti Stefan, em Montenegro

A paz reina em Sveti Stefan, em Montenegro

 

Albânia ao invés de Croácia

Quer algo mais alternativo do que Montenegro? Pois saiba que a Albânia é, definitivamente, o últimos dos últimos achados do Mediterrâneo. Um oásis de exotismo em plena Europa. Corra! Não vai durar muito.

 

Veja os meus posts sobre a Albânia:

As melhores praias da Riviera Albanesa

15 coisas que você precisa saber antes de ir para a Albânia

Ksamil, um lugar que poderia ser lindo

 

 

 

Siga @drisetti no Twitter e no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s