Tumba de Qin Shi Huangdi (Guerreiros de Terracota)

Avaliação do Guia Quatro Rodas starsstarsstarsstarsstarsSem classificação

Telefone: (86) (29) 81399170

Site: http://www.bmy.com.cn

Horário de funcionamento

De Março a Novembro: das 8h30 às 17h30; Dezembro a Fevereiro: das 8h30 às 17h30

Formas de pagamento

De Março a Novembro: Y90; Dezembro a Fevereiro: Y65

A atração número um de Xi’an foi encontrada por acaso. Por séculos a cidade viveu à sombra do imperador Qin Shi Huangdi, o homem que unificou a China no século 3 a.C. Sentia-se sua presença, sabia-se que aqui ele estabeleceu sua capital, mas os traços físicos desse período eram limitados. Isso até 1974, quando fazendeiros fizeram uma descoberta fabulosa. Um a um guerreiros de terracota foram sendo desencavados. De repente, eram centenas, cada um com feições diferentes dos outros. Estava descoberto o maior sítio arqueológico desde que Howard Carter descobriu os tesouros de Tutankhamon: a tumba de Qin Shi Huangdi. Divididos em rankings de acordo com a patente (facilmente identificáveis pelas vestimentas, armas, posição na armada e tipo de corte de cabelo), eles originalmente eram coloridos, mas, ao entrar em contato com o ar, perdiam a cobertura, que se esfarelava. Carruagens, arqueiros e cavalos também estão presentes. Estima-se que hajam dentro do fosso 1 cerca de 6000 guerreiros e 180 bigas.

A impressionante coleção de guerreiros em tamanho natural guarda o pequeno monte onde supõe-se estar o mausoléu propriamente dito. De acordo com a lenda, rios de mercúrio corriam por dentro do imenso monumento e os cientistas comprovaram grande contaminação do elemento no solo da área. Como as autoridades ainda não acreditam que as técnicas atuais não são suficientes para explorar o sítio, ele mantém-se fechado. Contudo, os diversos pavilhões que abrigam o grande exército já é uma visão e tanto. O fosso arqueológico principal é maior que um campo de futebol e ainda hoje os trabalhos continuam na área. Os fossos menores guardam outras preciosidades.

Para chegar ao mausoléu, embarque em uma excursão organizada ou pegue o ônibus 306 que sai da estação ferroviária. O ônibus o deixará em um estacionamento (onde há uma grande estátua de Qin). Faça uma pequena caminhada até a entrada do monumento. Lanchonetes, banheiros e restaurantes encontram-se dentro e fora do complexo. Lojas com algumas réplicas (perfeitas) dos guerreiros encontram-se ao longo da estrada.

 

Informações

local_parking
Estacionamento Sem estacionamento
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s